Opinião: Porque sou fiel ao Ecossistema da Apple?

Author

Categoria

Partilhar

- Publicidade -

Antes de falar deste ecossistema, tenho que responder primeiro a esta pergunta: “Porquê a Apple?” Pela simplicidade de compreensão do Sistema Operativo e do funcionamento do equipamento, pelo design tanto dos dispositivos como das aplicações, pelo facto de não ter aplicações extra e sobretudo por ter tudo num único lugar.

Quando perguntamos a alguém por que comprou um iPhone, a resposta será óbvia: “Porque é o melhor.” De facto, é, mas o que podes unir à volta do teu dispositivo é simplesmente DIVINAL!

O primeiro dispositivo

Tal como o primeiro amor, o primeiro dispositivo da Apple não se esquece. O meu primeiro amor foi o “velhinho” Iphone 4. A partir desse dia tudo mudou. A segunda compra foi o iPad Air 2 e pouco tempo depois comprei o iPhone 5s. Neste momento ando com o iPhone 6. O ecossistema, tal como o amor à marca, foi crescendo, e neste momento possuo iPhone, iPad, MacBook, AppleWatch e uma AppleTv.

Ecossistema Tecnológico 

Um ecossistema é definido como uma comunidade biológica de organismos em interação. Em termos tecnológicos, significa um grupo de dispositivos com software preparados para criar uma rede.

Tudo num só lugar

Já ouviste falar em nuvens? Pois bem, a nuvem que os utilizadores da Apple conhecem é o iCloud. Com este software podes armazenar os teus documentos em segurança e aceder-lhes a partir de todos os dispositivos da marca da maçã ou através do site de iCloud.com. Usando o iCloud Drive podes carregar, descarregar, partilhar e apagar documentos. Podes também colocar documentos em pastas, renomear e recuperar documentos apagados recentemente.

O Porta-Chaves

Esta poderosíssima ferramenta permite manter em segurança e de forma centralizada os teus registos em sites e plataformas, guarda-te o nome de utilizador, palavras-passe de sites e  redes Wi-Fi e também dados do teu cartão de crédito. Sem esquecer que o faz em qualquer dispositivo.

O AirPlay 2

Esta funcionalidade tem a capacidade de transmitir música “multi-room”. O AirPlay 2 permite que ponhas música no teu iPhone e reproduzas a mesma música nas várias áreas de tua casa, desde que tenhas, por exemplo, vários HomePods.  Para tal, os equipamentos têm que estar ligados à mesma rede Wi-Fi.

O AirDrop

Este software tornou muito mais simples a partilha de documentos, fotografias, músicas entre dispositivos Apple. Para tal basta que ambos os dispositivos estejam a uma distância nunca superior a 9 metros, ter ligação Wi-Fi e Bluetooth.

O HandOff

Com o HandOff, podemos começar uma tarefa em qualquer dispositivo e continuar noutro, sem perdermos a concentração e a atenção da tarefa que estamos a realizar. Calendário, Contactos, Pages, Safari e algumas apps de terceiros também funcionam na perfeição com este software.

O CarPlay

Uma forma mais inteligente e segura de usar o iPhone no automóvel é sem dúvida alguma através do CarPlay. Podes fazer tudo o que quiseres enquanto conduzes. É só conectares o iPhone e fazeres-te à estrada. E agora ainda tens um benefício adicional, o de poderes utilizar o Google Maps ou o Waze.

O Assistente Pessoal

Siri, chama-se assim o teu assistente pessoal que, através da tua voz, faz qualquer tarefa. Podes pedir-lhe para que ligue a algum contacto, que envie uma mensagem ou até mesmo que comece a tocar a tua música preferida. Agora com novas funcionalidades, podes criar os teus próprios atalhos para determinadas tarefas.

O Apple Watch vale a pena?

Há quem defenda que usar o relógio para atender chamadas ou enviar mensagens não é prático. Pessoalmente, comprei o Apple Watch por outros motivos, nomeadamente pela saúde e pelo desporto.

Relativamente à saúde, este dispositivo está programado para realizar chamadas de emergência quando cais, ajuda-te a respirar melhor e até faz eletrocardiogramas. Em relação ao desporto, o dispositivo monitoriza toda a atividade física, que posteriormente podes ver em qualquer dispositivo, pois como já falamos, a sincronização é automática.

E a AppleTV?

A Apple TV, ao contrário do que muitos pensam, não é uma televisão, mas sim uma caixa pequenina que se liga a uma televisão. Comprei a Apple TV, porque tem aplicações nativas que permitem ligar a uma Smart TV.

A Apple TV é muito útil e se a utilizares através do AirPlay, podes fazer tudo o que fazes nos teus iDevices mas num ecrã de televisão: podes jogar, mostrar as tuas fotografias e vídeos a amigos e familiares e ver tudo na maior das comodidades.

Se gostas de ver filmes e séries em família, e és assinante de um servico pago, este “brinquedo” é mesmo para ti. Além de poderes controlar através de qualquer dispositivo teu, podes controlar todas as AppleTVs espalhadas pela casa através de divisões da casa que tu próprio crias.

Através da Siri, podes ver resultados de jogos, consultar a previsão metrológica, fazer perguntas para as quais desconheces as respostas.

O preço 

Muitas pessoas questionam: “Como és capaz de gastar tanto dinheiro num iPhone?” “Um telemóvel de média gama não te chegava?”. Estas são algumas das perguntas que me fazem com frequência, mas a resposta está sempre na ponta língua e é sempre a mesma “Gosto de qualidade, seja a nível de software, hardware e design. Pago por aquilo de que gosto”.

O que me mantém fiel a este ecossistema? 

Centralização e informação. São as palavras que melhor definem a minha lealdade a este ecossistema. Quem não gosta de ter tudo sincronizado automaticamente?

Quando vais de férias, tiras inúmeras fotos com o telemóvel e quando terminam, já não tens o trabalho de as passar para outros dispositivos.

Quantos de vocês, tal como eu, usam o MacBook ou iMac como principal instrumento de trabalho ou usam o iPad em lazer como substituto do iPhone devido às dimensões do ecrã. E o melhor de tudo é que podes deixar o teu iPhone no bolso ou a carregar num local perto, e ainda assim enviar, receber mensagens ou efetuar e atender chamadas.

O Apple watch considero essencial na prática do exercício fisico. Vais ao ginásio e estás a treinar com o telemóvel no bolso? Vais dar uma corrida ou uma caminhada e levas o telemóvel sujeito a escorregar e cair?

Não. Com o Apple Watch, além de controlares melhor o teu treino, podes ouvir música e não tens nenhum “peso extra” contigo. A juntar a isso, continuas sempre em contacto com quem mais precisas.

Mas tudo isto não se restringe apenas a possuir os dispositivos, mas sim a softwares da marca, como o iCloud, o Porta-Chaves, o AirPlay 2, o Airdrop, o HandOff,  o CarPlay e a Siri, que nos permitem iniciar uma tarefa num dispositivo e continuar noutro.

A lealdade à Apple não é um mero fanatismo, mas o resultado de um sistema desenhado para ser pratico e acima de tudo, que funciona como nenhum outro.

- Publicidade -